Apertem os cintos, aviso de turbulência no mercado.

Olá, Bem-Vindos!

Começo este post de abertura do blog com um alerta. Estamos vivenciando a “era da turbulência”, que gera inúmeros desafios no ambiente empresarial.
Como lidar com os desafios de mudanças rápidas e imprevisíveis no ambiente empresarial influenciando a capacidade das empresas em gerar valor?

Como mencionado na seção SOBRE deste blog, decidi criar este espaço para dividir não apenas os desafios, mas alguns dos caminhos encontrados durante o meu trabalho de conclusão de curso de graduação em marketing para lidar neste ambiente de negócios tão rápido, complexo e competitivo que estamos vivendo.

Neste trabalho, este ambiente de mudanças rápidas e imprevisíveis no cenário empresarial foi identificado pelo termo turbulência.

Desafios para o enfrentamento

Desenvolver estratégias assertivas para o enfrentamento desta volatilidade vem sendo um desafio para profissionais de marketing, gestores, empresários, empreendedores, enfim para qualquer habitante deste planeta já completamente interconectado e em constante mutação.

Três fatores foram identificados como os impulsionadores da turbulência:

O dinamismo, a complexidade e a competição.

 

dinamismo  

O dinamismo é descrito como rápidas mudanças afetando variáveis-chave do ambiente competitivo.

 

 

 

A complexidade refere-se como o número de elementos e suas interações afetando a capacidade de gerenciamento empresarial.

 

complexidade
competição A competição é relacionada aos efeitos que causa como resultado da atual disputa intensa no mercado pela demanda de produtos e por recursos escassos. Como por exemplo: capital, parceiros de distribuição e funcionários talentosos.

 

A comprovação científica

De forma a comprovar cientificamente a turbulência resultante do dinamismo, Christopher e Holweg, estudaram e criaram um Índice de Volatilidade das Cadeias de Suprimentos, reunindo variáveis-chave para o desempenho das empresas.  Este estudo foi publicado em 2011 e revisado em 2017 comprovando a presença de intensa volatilidade, e sua permanência até os dias atuais. Declarando assim uma “era da turbulência” e prevendo sua continuidade pelo menos para um futuro próximo. O trabalho completo  pode ser encontrado  aqui .

Indice-de-Volatilidade

Fonte: CHRISTOPHER, M.; HOLWEG, M. Supply chain 2.0 revisited: a framework for managing volatility-induced risk in the supply chain. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management, v. 47, n. 1, p. 2–17, 13 fev. 2017.

O impacto no desempenho das empresas

Lembrando que todas estas questões estão sendo levantadas pois são fatores que estão influenciando a capacidade das empresas em gerar valor e dificultando a implementação das estratégias de marketing desenvolvidas.

 


Neste Post nós falamos da turbulência e os desafios que ela acarreta para o ambiente empresarial.

No próximo Post vamos começar a falar das PROPOSTAS que os acadêmicos e estudiosos estão trazendo sobre como lidar com tudo isso.

 

Quer assistir uma apresentação mais detalhada em vídeo? Clique no link ou acesse diretamente

 


E aí, gostou do post? Tem alguma dúvida? Quer deixar um comentário ou sugestão? Utilize o formulário abaixo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *