Colaboração, fator-chave para lidar com este ambiente.

No post anterior, “APERTEM OS CINTOS, AVISO DE TURBULÊNCIA NO MERCADO”, falamos sobre a turbulência que é um termo que se refere a este ambiente de mudanças rápidas e imprevisíveis no ambiente empresarial que estão influenciando a capacidade das empresas em gerar valor.

Segundo os diversos autores pesquisados, podemos afirmar que só vamos conseguir lidar com estas mudanças rápidas, esta complexidade e competição feroz que já é em cadeia, através da COLABORAÇÃO.

Primeiro internamente dentro da própria empresa (logística), depois com seus parceiros de negócios (cadeias de suprimentos) e, mais tarde, através de uma colaboração avançada em (redes de valor).

 

Logística- Colaboração interna

 

Normalmente as empresas estão organizadas em processos verticais, dentro de seus departamentos, que funcionam muito bem. Mas, esse tipo de organização é extremamente ineficiente quando se trata de coordenar o trabalho entre os diversos departamentos. Processos, como, por exemplo, desenvolvimento de produto ou até mesmo de serviço de atendimento ao cliente se beneficiariam bastante se houvesse uma maior integração e colaboração entre os diversos departamentos da empresa.

O vídeo no final desse post explica mais detalhadamente as vantagens que uma LOGÍSTICA com processos horizontais COORDENADOS, INTEGRADOS E SINCRONIZADOS pode trazer como diferença competitiva para a sua empresa.

 O gráfico acima mostra a organização de uma empresa com seus processos verticais e acima cada um de seus departamentos.

 

Cadeias de Suprimentos – Colaboração interna e externa

 

As cadeias de suprimentos são a extensão da colaboração da logística trazendo para o processo o cliente e o fornecedor (externos a empresa).

Lembrando que a logística existe dentro da sua empresa como existe dentro do seu fornecedor e do seu cliente. E é um processo de COLABORAÇÃO INTERNA.

O gerenciamento da cadeia de suprimentos já envolve a COLABORAÇÃO INTERNA E EXTERNA. Acrescentando o GERENCIAMENTO DO RELACIONAMENTO com os parceiros externos.

 

Redes de valor – Colaboração Avançada

 

A partir daí ocorre uma evolução para uma COLABORAÇÃO mais avançada COORDENANDO, INTEGRANDO E SINCRONIZANDO esses parceiros externos dessa vez com um alinhamento de objetivos em uma parceria ganha–ganha de longo prazo. Falaremos sobre com detalhes mais para frente.

 

 

Neste Post nós falamos da Colaboração.

No próximo Post vamos começar a falar das ESTRATÉGIAS que os acadêmicos e estudiosos estão trazendo sobre como lidar com tudo isso.

 

Quer assistir uma apresentação mais detalhada em vídeo? Clique no link ou acesse diretamente

 


E aí, gostou do post? Tem alguma dúvida? Quer deixar um comentário ou sugestão? Utilize o formulário abaixo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *